Refúgio na água: TH10 em Uganda

15 de Setembro de 2020

Matar a sede de um milhão de pessoas requer trabalho em equipe com a população crescente de Uganda.  Um milhão de refugiados do Sudão do Sul atravessaram a fronteira para Uganda desde julho de 2016. Na região do norte de Gulu, essa área já muito povoada suporta o influxo por meio de ONGs e entidades governamentais trabalhando em conjunto.
Com um clima quase perfeito, Uganda é rica em alimentos. Árvores frutíferas proporcionam um jardim aparentemente sem fim, as colheitas de grãos são feitas duas vezes por ano, e os bovinos de corte, frangos, caprinos e suínos são abundantes. Os refugiados frequentemente recebem pequenas glebas de terra para cultivar e se alimentar. Embora haja muito alimento, há pouca água. Perfurar para procurar água é essencial. Para evitar que as pessoas gastem tempo valioso a cada dia para buscar água, o governo requer que comunidades com 200 pessoas ou mais tenham um poço e hidrante para bombear água. A distância entre cada poço não pode ser mais do que 3 milhas (5 km).
Epiroc TH10 waterwell drill rig in Uganda
A BM Watsan Holdings perfurou diversos poços com a TH10 comprada em 2014. A empresa pode ir para um local, perfurar um poço, instalar a bomba e finalizar a construção em três dias. O Diretor Gerente de Projetos da BM Watsan, Olanya Joseph Otim, disse que o sucesso da empresa vem da boa relação com as entidades com as quais ela trabalha. Ele disse, "nós facilitamos o trabalho deles, pois podem confiar em nós para finalizar o poço".

Otim disse que a empresa faz em média 50 poços por ano, acrescentando que aqui os poços não são profundos. O mais profundo até hoje tinha menos de 395 pés (120 m). "A TH10 é rápida, leva apenas de 5 a 7 horas para finalizar um poco".
A construção de um poço requer um furo de superfície de 12 polegadas (305 mm) para um revestimento temporário em aço da superfície. Um furo de 6 ½ (165 mm) ou 7 polegadas (178 mm) é perfurado até o fundo com um martelo pneumático. A empresa usa martelos Secoroc QL 60 com brocas que perfuram através da rocha.

"A TH10 é rápida, finaliza um poço entre 5 e 7 horas."

Olanya Joseph Otim ,Diretor Gerente de Projetos

A TH10 funciona bem tanto para perfuração de lama quanto pneumática porque ela vem com uma bomba para lama, a Centerline 3x4 e um motor de convés Deutz. O perfurador David Okello disse que ela tem muita potência para perfurar lama ou ar. "A superfície tem rochas e pedregulhos que tornam difícil a perfuração de lama. Sou cauteloso para não ficar preso. Eu nunca sairia".

 

Perfuração pneumática da rocha é rápida e fácil. "Se começarmos um furo às 8 horas da manhã, terminaremos por volta das 3 da tarde". O objetivo é ter vazão suficiente para a bomba manual - um mínimo de 130 galões (0,5 m3) por minuto. Menos do que isso é considerado um poço seco e é abandonado.

Okello sabe a quantidade de água por região, mas as condições do terreno não são tão previsíveis. Ele geralmente atinge a rocha em 30 a 60 pés (10 a 20 m), mas isso varia de 3 a 100 pés (1 a 30 m). A bomba para lama da plataforma é dimensionada para nivelar o furo a mais de 330 pés (100 m), portanto ele não está preocupado com a profundidade do furo inicial. Assim que o revestimento temporário da superfície estiver pronto, a perfuração continua com uma broca de 7 polegadas.
Epiroc TH10 waterwell drill rig in Uganda

O poço é revestido com um tubo de PVC de 5 polegadas até o fundo e preenchido com detritos. Para o furo superior, o revestimento é feito com uma vedação de concreto. Esse furo superior é uma vedação sanitária a 3 metros da superfície. Como Okello está perfurando a ar um furo de 7 polegadas, ele rastreia as zonas de fratura pelas quais passa. Eles perfurarão o revestimento de PVC em cada zona.
  

O pacote pneumático para acionar o martelo é um compressor Atlas Copco XRH 836 que fornece 836 cfm (395 L/s) a 300 psi (26 bar). 

 

A TH10 é montada em um caminhão pesado TATA SA 1212 TC com tração nas 4 rodas. O caminhão tem potência mais do que suficiente para levá-los aonde precisam ir. Okello disse que ele compraria a mesma perfuratriz se fosse comprar outra, mas da próxima vez com tração 6x4 para áreas em que precisaria de melhor tração. 

 

O motor do convés aciona dois motores hidráulicos que acionam o torque e a velocidade do cabeçote rotativo. Esses motores acionam engrenagens que fornecem torque e velocidade. O torque máximo é 3.746 libra-força pé (5.070 Nm). O perfurador tem controle variável de velocidade de 0 a 85 rpm. 

 

Okello disse que embora haja perfuratrizes mais pesadas com mais pullback, a TH10 combina bem com suas operações e finaliza poços rasos rápida e eficientemente. "Eu gosto do desempenho e aprecio perfurar com ela".

 

Carretas de perfuração carreta de perfuração de poços 2020 Poço de água International Notícias Soluções em perfuração Epiroc Produto