My Epiroc at Whatley Quarry

My Epiroc – um sucesso instantâneo com a EPC Groupe

21 de Outubro de 2021

A introdução de relatórios digitais de falhas por meio da ferramenta My Epiroc diminuiu o tempo de inatividade, aumentando a segurança e a produtividade na Whatley Quarry.
My Epiroc at Whatley Quarry

A Whatley Quarry, em Somerset, Inglaterra, possui amplos depósitos de calcário, fornecendo materiais de construção para vários clientes diferentes. A pedreira é de propriedade de Hanson UK, que faz parte do HeidelbergCement Group. As operações diárias de perfuração e detonação, no entanto, foram subcontratadas para a EPC Groupe UK.

 

“Executamos na Whatley as operações de perfuração e detonação na terra, marcando os furos na rocha sobre o solo”, diz Dave Bridge, gerente nacional de operações da EPC Groupe.

 

A EPC Groupe UK é subsidiária de uma empresa multinacional francesa ativa nas áreas de explosivos comerciais, bem como em serviços de perfuração e detonação. Na Whatley, isso inclui serviços como detonação com explosivos, projetos de desmonte, perfuração e fornecimento de explosivos usando as plataformas de perfuração de superfície SmartROC e FlexiROC fornecidas pela Epiroc.

“Podemos operar seis dias por semana, sendo que um dia normal tem nove horas. Mas tentamos usar a luz do dia o máximo possível. Sendo assim, no verão, às vezes podemos operar das 17h às 20h. Não temos turnos, portanto, há apenas um operador por perfuratriz”, diz Bridge.

 

Embora a operação da Whatley seja uma das maiores do Reino Unido, ela não é grande o suficiente para garantir a automação total e o controle remoto das perfuratrizes, mas ainda há um alto grau de automação no processo de perfuração e detonação. O EPC Groupe usa drones para mapear a pedreira e fornecer posições dos furos de perfuração, as quais são carregadas nas perfuratrizes juntamente com informações sobre ângulos e profundidades. “Os operadores trabalham no local, por motivos de segurança e para tomar algumas decisões práticas que são necessárias de tempos em tempos”, diz Bridge.

 

O nível de eficiência e o uso do maquinário inevitavelmente levam ao desgaste das perfuratrizes, o que torna os relatórios de falhas, a manutenção e os reparos rápidos cruciais para garantir uma operação sem problemas.

 

“Nossos operadores sempre estiveram mais interessados em perfurar do que em preencher longos relatórios de falhas. Costumávamos ter relatórios em papel e depois experimentamos uma solução digital desenvolvida internamente. Mas isso não tinha o desempenho que esperávamos”, diz Bridge.

 

Introduzindo o My Epiroc

Desenvolvido pela Epiroc e lançado em 2019, é uma solução digital independente de plataformas, que inclui ferramentas para a criação de relatórios de falhas colaborativos. Em novembro de 2019, a EPC Groupe e a Epiroc começaram a trabalhar juntas para resolver o problema dos relatórios de falhas na unidade de Whatley, usando o My Epiroc como uma ferramenta para os operadores.

 

Um teste piloto com um único operador foi rapidamente expandido para incluir todos os operadores do local. “Demos ele primeiramente ao nosso perfurador mais experiente. E quando vimos que era fácil de usar – o aspecto mais importante para mim – começamos, então, a incluir os outros operadores. Foi realmente um divisor de águas e atende a todos os nossos requisitos. Além disso, a capacidade de tirar fotos de peças danificadas e incluí-las nos relatórios é fantástica e dá ao destinatário delas o reconhecimento imediato. Às vezes, uma imagem vale mais que mil palavras”, diz Bridge.

 

A facilidade de uso também é muito importante – assim como o fato de que o relatório entra no sistema imediatamente e chega às pessoas relevantes. A decisão pode então ser tomada, por exemplo, para reparar o problema rapidamente ou salvá-lo para uma eventual manutenção regular programada. As peças necessárias podem ser encomendadas imediatamente. “O perfurador sabe que quando pressiona o botão, alguém vê o relatório. No final das contas, também é de seu próprio interesse manter tudo funcionando, pois oferecemos um bônus pelo atingimento de metas”, diz Bridge. 

 

Os relatórios de falha produzidos imediatamente pelo My Epiroc reduziram consideravelmente o tempo de inatividade na Whatley Quarry. “No ano passado, perdemos 17 dias de produção devido a avarias. Este ano, tivemos 5,5 dias, o que é uma enorme melhoria. O tempo de inatividade é muito caro.

"No ano passado, perdemos 17 dias de produção devido a avarias. Este ano, tivemos 5,5 dias, o que é uma enorme melhoria. O tempo de inatividade é muito caro."

Dave Bridge ,Gerente de Operações Nacionais da EPC Groupe

De fato, a EPC Groupe está tão satisfeita com a ferramenta My Epiroc que a empresa começou a implementá-la em outras unidades do Reino Unido, começando pelo sul e indo para o norte.

 

“É muito mais eficiente quando todos fazem a mesma coisa. Precisamos de um sistema que nos dê informações de fácil alcance com relação a quaisquer questões que comprometam a segurança de nosso pessoal e ativos, ou a eficiência de nossas operações de perfuração. Acredito que o My Epiroc nos proporcionou um enorme aumento na produtividade e na redução do tempo de inatividade, além de garantir que nosso pessoal trabalhe com segurança, todos os dias”, diz Bridge.

 

A EPC Groupe começou a adicionar outras funções à sua ferramenta My Epiroc, incluindo uma planilha digital de troca de turno, a ser usada quando outro operador assume o controle da perfuratriz. “A capacidade de comparar de forma rápida e fácil o status da máquina com a planilha proporciona maior segurança – e também responsabilidade. Se você usar a perfuratriz de outra pessoa, é preciso cuidar dela”, diz Dave Bridge.

 

Outras ideias futuras incluem o uso adicional dos dados telemáticos da máquina, que já estão fortemente integrados na ferramenta My Epiroc por meio da solução de monitoramento de frota Certiq. Isso dará aos operadores informações poderosas, permitindo que trabalhem com ainda mais eficiência.

Mineração e pedreiras International My Epiroc Relato de cliente 2021