Your browser is not supported anymore.

We suggest changing from Internet Explorer to another option. The Internet Explorer browser is no longer supported by Microsoft. Please install or upgrade one of the browsers below.

Rigs at Ravenswood mine

A cidade que moldou uma mina

2 de Março de 2022

Ravenswood tem retirado ouro do solo há mais de 150 anos. Mas essa pequenina cidade australiana agora é a inspiração para um estilo de mineração muito moderno e voltado para a comunidade – e uma nova e inovadora perfuratriz de desmonte da Epiroc.
Ravenswood builing

Pitorescas casas coloniais de madeira. Lindos pubs de tijolo no estilo federation. Coloridos bougainvilles e árvores poincianas. Ravenswood poderia ser qualquer pequena cidade da Austrália. Porém, não é, devido aos enormes taludes localizados a alguns metros de distância de sua parte sul. Você os vê quando se aproxima da cidade a partir do norte, uma vertiginosa parede com 30 metros de altura. Ela traça a suave curva leste e sul da estrada principal.

 

Há outras cidades mineiras que são antigos locais importantes ou de comércio que se transformaram em pequenas cidades. Mas o relacionamento de Ravenswood com sua mina de ouro é mais simbiótico do que a maioria. Ele já dura um século e meio e, cada vez que a mina muda, essa linda cidadezinha muda com ela.

 

A transformação mais recente aconteceu no final de 2020 com a abertura da mina Buck Reef West. Ela opera 24 horas por dia a poucas centenas de metros da cidade. Isso explica o enorme talude, que elimina o ruído e a poluição luminosa, mas também explica a novíssima perfuratriz de desmonte da Epiroc que trabalha além do paredão, desenvolvida especialmente para esse local.

 

Overview Rawenswood mini

A mineração existe em Ravenswood desde que os prospectores se reuniram pela primeira vez na área, em 1868, para minerar manualmente o ouro aluvial. Hoje em dia, é uma enorme operação a céu aberto operada pela Ravenswood Gold com o objetivo de produzir mais de 200.000 onças de ouro por ano. Porém, uma mineração nessa escala, perto de uma cidade viva, vem com restrições ambientais rigorosas. Quando a cliente de longa data da Epiroc, Roc-Drill, ofereceu suporte ao contato de perfuração na Buck Reef West, era necessário se comprometer em manter os rigorosos requisitos de ruído.

 

"O que a torna diferente de outras minas de ouro são os impactos ambientais que enfrentamos, especialmente com a proximidade da cidade", diz Nigel Deveth, diretor administrativo da Roc-Drill. "Isso explica os KPIs em torno das restrições de ruído e o que a [Ravenswood Gold] precisou fazer para atender à sua licença para minerar."

Restrições de ruído

O desafio tinha duas dimensões. A Roc-Drill não apenas precisava fornecer perfuratrizes de desmonte que pudessem atender às restrições de ruído, como também precisava encontrar uma quantidade suficiente delas para atender seus requisitos contratuais de medição diante de uma cadeia de suprimento global constrita pela pandemia. Deveth e sua equipe imediatamente desviaram três perfuratrizes SmartROC T40 da Epiroc na Nova Zelândia equipadas com kits de redução de ruído para iniciar o trabalho na nova mina. Os kits ajudariam a reduzir o ruído da perfuração e das trocas de hastes em 10 decibéis. Porém, depois disso, a Roc-Drill precisava de uma perfuratriz de maior capacidade com os mesmos recursos de supressão de ruído.

 

"Sabíamos que poderíamos iniciar o contrato com a T40", diz Deveth. "Mas não foi a perfuratriz preferida em relação ao tamanho. Eu queria uma perfuratriz maior. Eu queria manter as mesmas perfuratrizes hidráulicas, mas queria mais ar e coletores de poeira maiores."

 

Foi Deveth que eventualmente se dirigiu à Epiroc – uma empresa com a qual ele tem uma relação de 35 anos – para propor uma solução.

 

"Eu disse: "Por que não podemos colocar a parte da frente de uma T40 na parte de trás da T45?" conta Deveth. "Eles disseram, 'Não vejo o porquê de não podermos, é uma excelente ideia. Vamos em frente."

Solução híbrida

O gerente de contas da Austrália Oriental David Green entrou em contato com a Roc-Drill enquanto o gerente de linha de negócios da Divisão Surface da Austrália, Craig Marsh, trabalhou com a Empresa de Produtos da Epiroc em Örebro, na Suécia, para desenvolver uma solução que pegasse o conjunto da lança e o kit de redução de ruído projetados para uma T40, e a instalou em um transportador SmartROC T45 maior. A nova perfuratriz teria uma capacidade maior, com um motor de 250 quilowatts em comparação a 168 quilowatts e um compressor de 223 litros por segundo em comparação a um compressor de 153 litros por segundo, mas com o kit de redução de ruído relativamente leve da T40. A T45 modificada não sofreria impacto no desempenho ou produtividade da perfuração e manteria seus valores de eficiência e emissões de combustível, que são os melhores da categoria, além de adicionar suas credenciais ambientais.

 

"Isso faz uma enorme diferença no ruído", diz Stewart Prince, gerente regional da Epiroc para Mount Isa e Townsville. "Especialmente à noite, quando tudo está quieto. É nesse momento que você pode perceber a diferença de uma perfuratriz que não possui restrições de ruído.

 

"Não trabalhamos com tantas perfuratrizes com redução de ruído no norte da Austrália, pois você simplesmente não precisa delas. Você está em um ambiente onde isso não tem importância. Mas, obviamente, isso é importante para Ravenswood. As atividades de mineração ficam muito perto da cidade."

 

O interior do Buck Reef West Pit fica em grande contraste com os pubs e chalés a apenas metros de distância do talude. Em questão de meses, a Ravenswood Gold e seus empreiteiros, incluindo a Roc-Drill, mineraram eficientemente uma mina longa e plana. Uma frota das perfuratrizes de desmonte Epiroc T40 e T45 da Roc-Drill está avançando pela paisagem rumo ao sul à medida que, por trás delas, as escavadeiras carregam uma sucessão infinita de caminhões basculantes de uma seção recém-detonada da mina. Observando toda essa atividade, você pode ver que as ambições da Ravenswood Gold para a mina estão em boas mãos.

 

O operador Craig Saxby tira uma folga do trabalho na mina para demonstrar as capacidades de sua SmartROC T45 silenciada. O kit de redução de ruído é surpreendentemente simples – uma série vertical de tampas operadas hidraulicamente, que envolvem o conjunto do mastro.

 

"Com certeza percebe-se a diferença, especialmente depois de fechar a porta", diz Saxby. "Você quase não consegue ouvir nada. As cabines já são muito boas, mas o cancelamento de ruído as torna muito mais confortáveis."

 

Saxby está falando sério. A diferença entre sua perfuratriz silenciada e uma T45 é notável. Você provavelmente poderia ficar ao lado da cabine e nem mesmo precisar de tampões de ouvido, por ser tão silenciosa. Saxby explica que a manutenção também é relativamente fácil; o operador de uma perfuratriz com redução de ruído simplesmente gira o conjunto da lança para a horizontal e abre as portas do kit para facilitar o acesso. As tampas de alumínio vêm com outras vantagens, como limitar o impacto ambiental em caso de derramamento de consumíveis.

Operação facilitada

Climbing the ladder SmartROC

"Essas perfuratrizes da Epiroc são muito fáceis de operar e extremamente ergonômicas", diz Saxby. "Todos os controles estão ao seu alcance... A T45 [com baixo nível de ruído] é uma excelente perfuratriz. Ela golpeia com força e perfura rapidamente um furo."

 

A Roc-drill planeja eventualmente ter 11 perfuratrizes equipadas com kit de redução de ruído no local, as quais, segundo Deveth, será a maior frota de perfuratrizes silenciadas do mundo.

"Trabalhar com uma frota de perfuratrizes silenciadas é um desafio", diz o gerente de projetos da Roc-Drill, Corey Poulson. "Há muitas peças externas. Mas elas funcionaram bem, a disponibilidade tem sido ótima e, com o suporte que recebemos através da Epiroc, conseguimos manter as perfuratrizes funcionando a mais de 90 por cento do tempo."

 

Mas os cuidados da Ravenswood Gold e dos de seus empreiteiros com a cidade ao redor não começam e terminam com a obtenção de alguns KPIs ambientais.

"Isso é muito importante, mas há o envolvimento com a comunidade", diz David Plowman, gerente de mineração da Ravenswood Gold. "Aqui, somos apenas convidados. A Roc-Drill tem sido muito boa nesse sentido, nos ajudando a arrecadar fundos para rifas escolares, juntamente com outros projetos."

 

Faz sentido. A história pessoal de Deveth com Ravenswood data de 1983, quando seu pai era gerente do North Queensland Gold, que minerou pilhas de entulho deixadas de uma era anterior de prospecção subterrânea. Ganhar o contrato para a perfuratriz de desmonte em Buck Reef West foi um caso de concluir o que havia sido começado.

 

"Para nós, a comunidade é muito importante", diz Deveth. "Trata-se de dar empregos a pessoas locais ou ajudá-las a se capacitar, e há muito engajamento nas escolas. Temos uma caixa no estádio de rugby e bilhetes de rifas... Se você vai estar nessa comunidade, é preciso retribuir a ela. É a coisa socialmente correta a fazer."

 

"Empresas como a Roc-Drill estão dispostas a apoiar a comunidade e as escolas, seja com rifas ou com a construção de pistas de kart para um recente competição de kart", diz Bianca Byers, membro da Parents and Citizens e uma moradora local de Ravenswood de longa data. "Você nunca tem escassez de suporte e de ajudantes. Pode ser desde ajudar com o manejo de ervas daninhas até formas de chegar aos nossos eventos."

 

"Podemos ser esse ponto central que se conecta, por exemplo, à organização de jardinagem comunitária ou à sociedade histórica, por isso é realmente empolgante quando a Roc-Drill e outras empresas querem participar e fortalecer essa comunidade."

Austrália SmartROC T45 2022 Divisão de Perfuração de Exploração e a Céu Aberto SmartROC T40 Relato de cliente