Um FlexiROC T15 R é controlado remotamente via rádio em uma aplicação de desenvolvimento urbano.

Pequena unidade de perfuração com grande rendimento

Em um ano, a Dala Spräng och Grävteknik dobrou seu faturamento de explosivos. Tudo isso graças a uma das menores unidades de perfuração hidráulicas do mercado, o que permitiu à Borlänge, empresa sediada na Suécia, aceitar trabalhos de detonação que antes só podiam sonhar.

 

Após receber uma dica de um colega da indústria, o encarregado de detonação Viktor Eriksson decidiu testar uma das menores unidades de perfuração da indústria com sua esperança de agilizar o trabalho. Um ano depois, provou ser uma ideia brilhante.

 

"Como a máquina é um pouco mais eficiente do que a dos concorrentes, podemos lidar com vários tipos diferentes de trabalho. Isto nos permite assumir uma maior variedade de trabalhos", diz Viktor Eriksson. 

 

A empresa familiar Dala Spräng och Grävteknik conta com 15 funcionários. Seus trabalhos variam de escavação e drenagem a detonação. Desde que a empresa comprou a unidade de perfuração Epiroc FlexiROC T15 R há um ano, os ganhos do departamento de denotação dobraram.

 

"Nosso trabalho de detonação cresceu muito no último ano, de pequenos e médios trabalhos a trabalhos bem grandes de até 5000 metros cúbicos (aproximadamente 6540 jardas cúbicas) de rocha. Nunca teríamos sido capazes de fazer isso com nossa máquina de perfuração anterior", diz Viktor Eriksson. 

Na escola Brotorpsskolan em Lindesberg, Suécia, um trabalho intensivo está em andamento para abrir espaço para uma expansão. O terreno é desafiador, há espaço limitado para manobras e a proximidade com a escola torna a precisão uma necessidade. Viktor Eriksson lida com partes do trabalho de detonação, que ocorre sem problemas, graças à pequena e flexível unidade de perfuração. 

"Ao utilizar nossa máquina para apoiar o trabalho geral, conseguimos aumentar a taxa de produção entre as explosões. Apesar de seu pequeno tamanho, a máquina pode perfurar mais fundo e com mais força no mesmo espaço de tempo que antes. Portanto, também melhora o resultado final."

Viktor Eriksson ,Encarregado de detonação na Dala Spräng och Grävteknik

A pequena unidade de perfuração é particularmente popular em empresas menores como a Dala Gräv och Sprängteknik. De acordo com o Epiroc Master Driller Stefan Löfdahl, sua flexibilidade é uma razão importante por trás de seu sucesso.

 

"Muitos clientes estão usando isto para trabalhos menores, como trabalhos de paisagismo e escavação de piscinas. Também funciona bem quando você precisa entrar em espaços apertados. Outra vantagem é que fica sobre rodas para não causar tanta destruição." 

 

A Dala Spräng och Grävteknik também optou por um acordo de serviço com a Epiroc - tudo para manter sua taxa de produção. Isto não só lhes dá um serviço contínuo, mas o técnico de serviço Fredrik Norlinder está a apenas uma chamada telefônica de distância se alguma coisa avariar.

"Eu participei e iniciei a máquina deles. Ela funciona bem desde o primeiro dia. Temos um contato pessoal. Eles ligam diretamente para mim e eu saio para realizar serviços ou trabalhos de reparo; o que for necessário. Através do acordo, nós também monitoramos o status da máquina", diz Fredrik Norlinder.

 

"Um telefonema é frequentemente suficiente para resolver as coisas bem rápido", diz Viktor Eriksson.

 

O tempo de parada pode ser muito custoso, e o trabalho de colocar a máquina em funcionamento o mais rápido possível pode ser crucial. Graças à parceria bem entrosada, a máquina só ficou parada por alguns dias no ano passado.

 

"Como as taxas de produção são muito mais altas agora, as paradas não são tão perceptíveis". Mas ainda é ótimo não ter que se preocupar tanto com o serviço e simplesmente continuar trabalhando", diz Viktor Eriksson. 

2020 International FlexiROC T15 R Macho Construção de superfície e pedreiras. Divisão de Perfuração de Exploração e a Céu Aberto Relato de cliente